VOLTAR PARA PRINCIPAL.

H C A
HOSPITAL CENTRAL DA AERONÁUTICA

FAB - NOSSA ETERNA GRATIDÃO.

O APOIO

        "O Apoio psicológico aos pais e familiares é também necessário na luta incessante dos mesmos que comumente costumam fraquejar
diante do preconceito e falta de interesse de muitos dos profissionais por onde costumam passar".Dez 1996 - Tenente.
Hoje - Coronel Med Luiz Fernando (neurologista).


Major Med Marcos Farias
Vídeo da FAB no Haiti.
1996
Drª Elisa Tenente
H C A
"Porto Seguro"
2008
Drª Elisa Major
2014
Drª Elisa Ten Cel

VÍDEO DA MISSA NO DIA DAS MÃES NO HCA EM 2007.

AOS PEDIATRAS DO HCA.

Coronel Med Ribot Braga

        Gostaria de agradecer, em 1º lugar , a DEUS, por me ter escolhido para ser a mãe de uma criança especial. Hoje entendo o quanto isso me engrandece, pois é uma tarefa muito difícil, para a qual muitas vezes pensei não ser capaz. Porém, é nestas horas que sentimos de verdade a presença de DEUS do nosso lado, e isso é maravilhoso, me faz muito feliz.
        É como se tivéssemos um anjo ao nosso lado, todo o tempo, para nos fazer entender o verdadeiro significado da vida.
        Ser mãe de uma criança especial não significa ser especial, ser a melhor, basta apenas aprender a amar 24 horas por dia e em todos os momentos, felizes ou difíceis.
        Ser mãe de uma criança especial significa não desistir nunca e acreditar sempre que o plano e os caminhos que DEUS traça para nós é perfeito.
        Agradeço também.
        Ao Dr. Ribot
        Gostaria de agradecer-lhe por tudo aquilo que tem feito por nós. Não só o senhor, mas a todos do Hospital Central da Aeronáutica e, principalmente, a sua equipe.
        Agradecemos muito, porque sempre nos momentos difíceis podemos contar com o seu apoio. Lembra-se ? o senhor foi o primeiro a nos dar a notícia de que a nossa filha era especial e que nós precisávamos ser especiais, para enfrentar tudo o que viesse com muita garra. Assim aconteceu.
        Para ser sincera, é muito difícil essa missão. Às vezes achamos que somos fracos e incapazes e que não suportaremos, não o esforço físico, mas a dor no coração de ver um filho sofrendo.
        É nesta hora que DEUS coloca em nosso caminho pessoas como o senhor, para nos animar e nos fazer enxergar que não estamos sozinhos.
Para nós é muito confortante ouvir que a nossa filha vai ficar boa, quando achamos que está tudo perdido.
        Depois que ela nasceu, comecei a perceber que cada vida vale muito para DEUS. E se nós, pais, somos escolhidos para cuidar dessas pequenas criaturas, sejam elas perfeitas ou não, não podemos nunca desapontá-lo.
        Pessoas são sempre pessoas, mesmo que não falem, mesmo que não andem. Cada um traz consigo a sua missão neste mundo. A dela, ainda estou descobrindo, mas até agora ela conseguiu me ensinar o que é a verdadeira amizade e o verdadeiro amor. E é isto que nos faz lutar a cada vez que encontramos pedras no nosso caminho.
        Se ela é uma criança especial, todos aqueles que de alguma forma a ajudam são também especiais, como o senhor. Obrigada por lutar conosco sempre. A Mariana agradece de todo o coração, basta olhar dentro dos seus lindos olhos azuis e enxergar a sua alma. O senhor já teve este privilégio. Que ela um dia possa falar e agradecer com um simples obrigado ou um simples sorriso. Parece pouco mas para ela representará muito.

Simone Mobilio de Lima.
Rio de Janeiro, 1999.


AOS AMIGOS DO HCA

        Amizade pra valer... a gente só encontra quando conhece pessoas como vocês: Médicos, Enfermeiros, Fisioterapeutas, Emergência, Laboratório, Estudantes Residentes, Copa, Gestoria, Equipe da Limpeza e aos demais profissionais do Hospital Central da Aeronáutica. Com todo o carinho Mariana Mobilio de Lima.
        De tempos em tempos, nos encontramos e de uma maneira muito especial, recebemos de todos vocês, muito carinho, dedicação e amor, sentimentos estes que são essenciais para a recuperação de nossos filhos.
        Percebemos, também, que eles não são tratados como o paciente do quarto nº 439, 431, 434... e sim pelos seus nomes: Mariana, Rayana, Mellissa, Fernanda, Nathaly, João Vitor e Erick... Por isto, e também pelo profissionalismo, vocês todos são merecedores da nossa eterna admiração.

Silvio e Simone.
Rio de Janeiro, 22 de abril de 2004.


CIRURGIA DE GASTROSTOMIA NA MARIANA

Pediatria - Cirurgia Pediátrica - UTI neo natal

"No final tudo fica bem. Se ainda não está bem, é porque não chegou no final".

         Jamais perdi a confiança e a certeza de que chegaria o dia em que tudo ficaria bem.
         Foram momentos bastantes difíceis e decisivos mas, graças a Deus e a todas as pessoas que estiveram conosco, conseguimos vencer mais esta fase.
         Ficarão marcados na história da vida da Mariana e principalmente em seu coração esses dez dias de UTI (Gastrostomia na Mariana).
         Considero UTI como: União de Tratamento Intensivo, pois se não fosse a união de todos dessa equipe,
         - muitos sonhos seriam interrompidos ou talvez nem mesmo planejados.
         Deveríamos, em nossa vida, passar um dia que fosse em uma UTI.
         Quanto aprenderíamos a viver melhor, dar valor a cada batida do coração e a cada instante da vida.
         Além disso, aprenderíamos que lutar e enfrentar as dificuldades fazem parte de um plano de DEUS.
         Que "bom" que tive a oportunidade de vivenciar momentos preciosos de total doação e cuidados tão especiais dos profissionais desse Hospital.
         A cada dificuldade surge uma luz, um algo mais a fazer por esses "pequenos", mas não frágeis na vontade de viver.
         Parabéns pela firmeza e coragem de fazer o que é certo na hora certa e, normalmente, com pouco tempo para decidir.
         Drª Elisa (e equipe); Drª Nice (e equipe); Dr Gilberto (e equipe) e a todos do HCA,
         - que sempre fazem de tudo para que o brilho dos olhos da nossa Mariana continue.
         Obrigada à Drª Gladys pelo sucesso não somente cirúrgico mas, principalmente, da nossa alma que, mesmo com cicatrizes,
         - continua acreditando que cada pessoa tem algo para acrescentar diante da sua existência.
         Não posso esquecer quantas vezes interrompi o descanso da Drª Elisa, Drª Alessandra e da Drª Gladys, sempre nos trazendo a tranqüilidade.
         Desejo que DEUS se faça presente em cada um de vocês e que possamos também ser presente para Ele.

Simone Mobilio de Lima.
Rio de Janeiro, novembro de 2004.

www.hca.aer.mil.br

[email protected]
(21) 98508-8261 Celular da OI.
A qualquer dia e hora.
Silvio e Simone.