GASTROSTOMIA


TEMOS EXTENSORES DA SONDA DE GASTROSTOMIA MIC-KEY PARA DOAÇÕES. VEJA AQUI!


ANTES DA SUPPORT
27 JUL 2004 - 9Kg
DEPOIS DA SUPPORT
27 AGO 2004 - 16,5Kg
A RECUPERAÇÃO
27 JUL 2006 - 18Kg
VÍDEO DA SONDA - I
10 JUN 2007
VÍDEO DA SONDA - II
19 DEZ 2008


ONDE COMPRAR AS SONDAS E EXTENSORES DE GASTROSTOMIA DA MIC-KEY NO BRASIL. VEJA AQUI!


OPINIÃO DOS PAIS DA MARIANA SOBRE A GASTROSTOMIA

      No início não queríamos realizar a gastrostomia, pois não tínhamos o conhecimento sobre a cirurgia e os seus benefícios, mesmo pelo fato dos médicos recomendarem a cirurgia desde os quatro anos de vida. Mariana não se alimentava direito e o que conseguia ingerir, broncoaspirava, desencadeando pneumonias. A gastrostomia para a nossa filha foi de extrema importância para a manutenção da sua vida. No início de 2004, depois de vários episódios de pneumonias, Mariana chegou a nove quilos, havendo assim a necessidade de fazer a gastrostomia, realizada em outubro do mesmo ano. A Cirurgia fora realizada com sucesso no HCA - Hospital Central da Aeronáutica.

O QUE É GASTROSTOMIA

     Criação de um orifício artificial externo no estômago para alimentação e suporte nutricional, quando há impossibilidade ou perigo de usar a via normal. Crianças com neuropatias podem ser incapazes quanto à habilidade de sugar, mastigar e engolir, levando consequentemente à subnutrição. Pode também resultar em aspiração do alimento para os pulmões, isso é, bronco aspirar, desencadeando pneumonias de repetição. Sendo assim, o tempo de alimentação pode ser consideravelmente longo e, ao invés de ser uma experiência agradável, as refeições podem causar sofrimento para a criança e para a pessoa que cuida dela.
     Os tubos de gastrostomia são cada vez mais usados para crianças incapazes de manter uma nutrição normal com a alimentação oral, com o intuito de fornecer nutrientes ao sistema digestivo. É um tubo de alimentação inserido cirurgicamente dentro do estômago, através da parede abdominal.
     O tubo de alimentação de jejunostomia é inserido diretamente, após a gastrostomia, no jejuno (parte do intestino delgado). Apesar de a gastrostomia ou jejunostomia poderem facilitar bastante a alimentação dessas crianças neuropatas, as famílias ainda se assustam com a idéia da cirurgia. Porém, para uma melhor qualidade de vida, a solução acaba sendo a gastrostomia.
     A presença frequente de desnutrição hospitalar em todo o mundo só aumenta a importância e o crescimento dessa terapia nutricional. A nutrição enteral tem sido cada vez mais utilizada por trazer benefícios para o paciente.
     Com o avanço das pesquisas e o crescimento das indústrias, as formulações dietéticas estão cada vez mais especializadas e de fácil preparo, o que contribuiu muito para este crescente uso da terapia nutricional enteral.
     Na saúde da criança a nutrição desempenha um papel primordial, pois visa o crescimento, desenvolvimento e maturidade fisiológica, ressaltando a seriedade da terapia nutricional enteral infantil.


1

NUTRIÇÃO ENTERAL, NASOENTERAL OU NASOGÁSTRICA.

FIGURA 1
FIXAÇÃO DA SONDA ENTERAL
FIGURA 2
SONDA ATÉ O ESTOMAGO
FIGURA 3
SONDA ATÉ O INTESTINO

     Quando a alimentação pela boca é impossível ou insuficiente, as necessidades nutricionais podem ser satisfeitas através da nutrição enteral. Neste caso, um tubo fino, macio e flexível, chamado nutrição enteral, nasoenteral ou nasogástrica , pode ser passado, pelo nariz (figura 1), até o estômago (figura 2) ou até o intestino delgado (figura 3). É definida como qualquer tipo de terapêutica nutricional que utiliza o trato gastrintestinal como via de entrada dos nutrientes, artificialmente através de sondas, cujas extremidades se localizam no estômago, duodeno ou jejuno.
     Para evitar a saída da sonda, a mesma deve ser fixada à pele com uma fita adesiva hipoalergênica ou esparadrapo, para evitar que seja retirada acidentalmente ou que se desloque para fora do estômago ou intestino (figura 1).
     A sonda enteral, nasoenteral ou nasogástrica é passada por um médico, com um guia metálico flexível. Este guia deverá ser guardado para ser utilizado novamente, caso seja necessário repassar a sonda. O procedimento é simples, indolor, podendo causar uma discreta náusea ou um desconforto na garganta ou nariz. O tempo de utilização da mesma sonda é indeterminado, ficando a troca a critério do médico. Até, se for o caso, a realização da gastrostomia.


2



GASTROSTOMIA ENDOSCÓPICA PERCUTÂNEA - (Tubo PEG).

     O Tubo PEG é uma técnica inicial (antes da gastrostomia) e/ou provisória que consiste na colocação de um tubo na cavidade gástrica, funcionando como nova forma de aporte nutricional em pacientes que têm problemas em alimentar-se oralmente.
     A Gastrostomia Endoscópica Percutânea é indicada para pacientes que, por diversas razões, não têm capacidade de se alimentar oralmente, devido a distúrbios de deglutição necessitando, desta forma, de um suporte nutricional por longo período, por apresentarem em situação de risco nutricional. Geralmente é realizado em pacientes com doenças degenerativas progressivas, sequelas de acidente vascular cerebral (derrame), doença de Alzheimer, mal de Parkinson, síndrome de West, demência senil, atrasos psicomotores severos, tumores da cabeça e pescoço, tumores no esôfago ou estômago, entre outras indicações.
     As principais complicações associadas à PEG são a inflamação e infecção do orifício (desde a pele até à cavidade gástrica para passagem da sonda), por vazamento de suco gástrico, que pode ser tratada com antibiótico e/ou intensificação dos cuidados de higiene. Cuidados a ter após colocação da PEG:
  • A área ao redor da PEG pode ser limpa com água e sabão.
  • Uma compressa limpa e seca pode ser aplicada até que o orifício cicatrize.
  • Pode fazer uma marca na parte exterior da PEG, para vigiar corretamente a posição da mesma.
  • Uma cinta abdominal pode ser aplicada para impedir o deslocamento acidental da PEG.
  • A rotação diária da PEG é recomendada, deve notificar o médico se esta se tornar difícil de rodar.
  • Todos os medicamentos e as alimentações devem ser na forma líquida com uma seringa de 60 cc.
  • O paciente e a família devem receber instruções específicas sobre a rotina de alimentação recomendada.
  • Após cada administração de medicamentos e alimentação, inserir de 60 a 120cc de água na PEG para limpeza.
     As Complicações advindas do uso prolongado da nutrição enteral, nasoenteral ou nasogástrica - 1 poderiam ser evitadas com a execução da gastrostomia endoscópica percutânea. A maioria destes pacientes teriam que conviver com uma sonda posicionada através do nariz até o intestino para se alimentarem das dietas especiais, estando sujeitas às suas complicações e necessidades frequentes de troca das mesmas.
     Através da PEG podemos posicionar uma sonda especial através da parede abdominal diretamente no estômago, que chamamos de gastrostomia - provisória, facilitando os cuidados com a mesma, ampliando o leque de opções alimentares para a família, reduzindo as complicações pulmonares e devolvendo a auto-estima dos pacientes, já que a sonda fica por baixo das roupas, facilitando o convívio social.
     A gastrostomia endoscópica percutânea PEG é uma técnica segura, com baixa incidência de complicações. Pode ser realizada em ambulatório, no leito do paciente ou em centro de terapia intensiva e a sua indicação deverá ser a mais precoce possível.


3



GASTROSTOMIA ATRAVÉS DE SONDA BOTTON/KIT.

     Quando é necessária a alimentação por um longo prazo recomenda-se a troca da Gastrostomia Endoscópica Percutânea PEG - 2 por uma Sonda Botton/kit. Isso após a cicatrização completa do orifício, por volta de três a seis semanas. A substituição da PEG pelo Botton/kit de gastrostomia destina-se a proporcionar uma melhor estética, principalmente conforto e rente a barriga do paciente.
     Substituir a Sonda Botton/kit quando perceber que balão estourou ou entupiu de uma maneira que não consiga desobstruir para a passagem de líquidos. São raras as complicações, podem ocorrer, inicialmente, irritações do tecido ou potenciais infecções. Os cuidados a ter com este dispositivo são equivalentes aos cuidados a ter com a PEG.
     O acompanhamento após a colocação da Sonda Botton/kit, se possível, deverá ser assistido por uma equipe multidisciplinar composta de: fonoaudióloga, nutricionista, fisioterapeuta e profissional treinado para verificar periodicamente a Sonda Botton/kit.
     O cuidado é de suma importância para evitar infecções, normalmente causados pela falta de higienização. São necessários cuidados especiais em volta da Sonda Botton/kit, pois a pele pode ficar irritada e lesionada pela ação do atrito, e do mínimo vazamento do suco gástrico ao redor da Sonda Botton/kit e, eventualmente, à umidade. Se não for tratada a pele torna-se, frágil, com hiperemias (avermelhamento), com feridas, dolorida e poderá ocasionar granuloma e carcinomas (câncer de pele).
     É recomendável girar a Sonda Botton/kit 360 graus uma vez ao dia para evitar aderência à pele, não é recomendável que fique girando o tempo todo, porque o atrito também pode lesionar. Após três dias da cirurgia de gastrostomia é necessário que seja feita a limpeza no local uma vez por dia, ver abaixo.
  • Não há necessidade de verificar com frequência o nível de água destilada do balão da sonda.
  • Não há necessidade de trocar a sonda a cada três, quatro, seis meses ou um ano.
  • A sonda deve ser cuidada como se fosse a própria boca do paciente.
  • Todo o procedimento deverá ser de forma cuidadosa.
  • Em primeiro lugar lavar bem as mãos antes de manipular com a sonda.
  • Lavar a área em volta da sonda usando sabão neutro, água corrente e depois secar com gazes esterilizadas.
  • Lavar o extensor após as refeições e medicações com detergente neutro em água corrente (ver foto da vareta logo abaixo).

COMO É REALIZADA A GASTROSTOMIA

  • Gastrostomia Convencional: exige anestesia geral, grande incisão abdominal e internação hospitalar prolongada.
  • Gastrostomia Endoscópica: o procedimento é realizado na sala de endoscopia apenas com anestesia local, sem dor para o paciente e com uma mínima incisão no abdômen para passagem da sonda.

TIPOS DE SONDA

  • Nasoenteral: sonda introduzida por uma das narinas e posicionada no estomago ou intestino.
  • Gastrostomia: sonda posicionada no estomago.
  • Jejunostomia: sonda posicionada no jejuno.

UTENSÍLIOS UTILIZADOS NA ADMINISTRAÇÃO DA DIETA

  • Sonda: tubo flexível de poliuretano ou silicone, que permite o alimento chegar ao estomago ou ao intestino.
  • Frasco plástico: recipiente plástico, graduado, com capacidade para 300 ml ou 500 ml, para acondicionamento da dieta.
  • Equipo: tubo de pvc, com câmara de gotejamento e roldana para o controle do gotejamento, que transporta a dieta do frasco para a sonda do paciente.

ALGUMAS MARCAS DE SONDAS OU KITS
MIC-KEY* "G"
marca mic, proc. Utah U.S.A.
TRI-FUNNEL
marca bard, proc. U.S.A.
CORPAK CUBBY
marca viasys healthcare, proc. U.S.A.
SILMAG
marca silmag, proc. ARG.
BUTTON BARD - I
marca bard, proc. U.S.A.
BUTTON BARD - II
marca bard, proc. U.S.A.
KENDALL
marca kendall, proc. U.S.A.
FREKA BOTTON
Germany.
KFF FABRICACION MED
Argentina.
  • Triturar bem os comprimidos, cápsulas e drágeas, diluindo os medicamentos com pouca quantidade de água, antes de colocar no extensor.
  • Manter o local ao redor da sonda sempre seco e protegido.
  • Com isto, as complicações potenciais são evitadas e aumenta-se a vida útil da sonda.

ALIMENTAÇÃO PELA SONDA DE GASTROSTOMIA: NASOENTERAL - PEG - BOTTON/KITT.

     A gastrostomia permite o uso de dieta artesanal pelo cateter, ou seja, o alimento pode ser batido no liquidificador e coado em peneira fina. O Local de preparo deve estar bem limpo. Lavar as mãos com água e sabão e após, separar todos os ingredientes a serem utilizados. Lavar com água e sabão todos os utensílios a serem utilizados no preparo da dieta. Medir corretamente os alimentos antes de prepará-los de acordo com a prescrição do NUTRICIONISTA. E após passar apenas água no extensor. Atenção: Resseca e estraga o extensor se passar água fervente e/ou água sanitária.

O USO DOS MEDICAMENTOS ABAIXO PODEM TRAZER RISCOS A SAÚDE.
SEMPRE PROCURE A ORIENTAÇÃO QUANTO A APLICAÇÃO DOS PRODUTOS NA PARTE VERMELHA EM VOLTA DO ORIFÍCIO DA GASTROSTOMIA:
  • DERSANI - Acelera o processo de cicatrização e previne o surgimento de feridas. (Vide Bula).
  • CURATEC - Também acelera o processo de cicatrização e previne o surgimento de feridas. (Vide Bula).
  • NITRATO DE PRATA - PERIGO - Corrosivo, causa queimaduras a qualquer área de contato. (Vide Bula).
  • NITRATO DE PRATA - MANUSEIO - Experiência de uma mãe. (Vide Bula).
  • DERMODEX (prevent) - Deixa a pele protegida e hidratada, reduz a fricção e facilita o processo de cicatrização da pele. (Vide Bula).
  • GENÉRICO - Nistatina + Óxido De Zinco (pomada) - Proteção e tratamentos das assaduras, irritações, cicatrizando e protegendo a pele. (Vide Bula).
     Aplicar diariamente o DERSANI ou CURATEC na parte vermelha, em volta do orifício da gastrostomia. São produtos a base de Ácidos Graxos Essenciais (A.G.E.), Vitaminas "A" e "E" e Lecitina de Soja. Com a finalidade de revitalizar, hidratar a pele e manter o equilíbrio hídrico, melhorando a elasticidade dérmica, ajudando na prevenção do aparecimento de escaras.
     ATENÇÃO: Procurar o médico, o mais rápido possível, quanto aos sinais de complicações, tais como: sangramento, infecção da ferida, abscesso, granuloma, prolapso mucoso, aderências, necrose tecidual e retirada acidental da sonda. Todas as informações contidas neste site somente têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional da área de saúde ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais de saúde autorizados, considerando as características de cada paciente.

CARACTERÍSTICAS E FUNCIONAMENTO DA SONDA MIC-KEY*.


CUIDADOS

TUBOS

GUIA

VÍDEO

DICAS PARA LIMPAR O EXTENSOR GROSSO E REAPROVEITAR O EXTENSOR FINO DA SONDA MIC-KEY*


Varetas

Extensor grosso

Extensor fino


VÍDEO DEMONSTRANDO COMO É SIMPLES REAPROVEITAR UM EXTENSOR FINO. VEJA AQUI!





CEI COMÉRCIO EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO DE MATERIAIS MÉDICOS LTDA.
DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO DA SONDA MIC-KEY* DE GASTROSTOMIA NO BRASIL.
Sonda para alimentação através de gastrostomia ao nível da pele.
Fabricante: Kimberly-Clark* Global Sales - USA.
ATENÇÃO
O valor da sonda MIC-KEY*, com qualquer medida, custa na CEI R$ 870,00 reais e o extensor uns R$ 90,00 reais.
Atendimento de segunda a sexta feira.
Valor confirmado em: 23/05/2014.
VENDAS - RJ.
Estrada do Engenho D'água, nº 1248.
Bairro Anil.
Rio de Janeiro - RJ.
22611-202

(21) 3528-0150 - (21) 3525-9450
(21) 2224-5390 - (21) 99571-6899
ESCRITÓRIO - RJ.
Av. das Américas, nº 3500, bloco 01, sala 206.
Barra da Tijuca.
Rio de Janeiro - RJ.
22640-102

(21) 3528-0150 - (21) 3525-9450
(21) 2224-5390 - (21) 99571-6899
FILIAL - SP.
Rua Senador Vergueiro, nº 2564 , 5º andar.
Vila Mariana.
São Paulo – SP.
04101-200

(11) 5575-7560 - (11) 5575-1956
(11) 99487-1005 - (11) 99915-2728
EMAILs PARA DIRECIONAR A SUA COMPRA EM TODO BRASIL
cei@cei-brasil.com
sac@cei-brasil.com
marketing@cei-brasil.com



APRENDA A TROCAR OU TIRAR, PARA LIMPAR OU CALIBRAR, COM ÁGUA DESTILADA
A SONDA DE GASTROSTOMIA DA MIC-KEY*
     - Vídeo 1 - Como trocar a sonda da Mic-key*
     - Vídeo 2 - A vida cotidiana com a sonda Mic-key*
     - Vídeo 3 - Anita trocando a sonda Mic-key*
     - Vídeo 4 - Anita trocando a sonda Mic-key*
     - Vídeo 5 - Anita trocando a sonda Mic-key*
     - Vídeo 6 - Vídeo da colocação da sonda Mic-key*
     - Vídeo 7 - Vídeo da cirurgia de três pontos da sonda Mic-key*


SITES IMPORTANTES SOBRE GASTROSTOMIA


NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.



silviojpl61@gmail.com
(21) 98508-8261 Celular da OI.
A qualquer dia e hora.
Silvio e Simone.